Pedagogia - Análise de Empregabilidade

Atualizado: 9 de ago.



PEDAGOGIA foi o curso com mais inscrições, 338.419 em 2020*, e vai ser o primeiro a ter a sua empregabilidade analisada na nossa série especial de publicações para o mês da empregabilidade.

Confira abaixo mais detalhes.


Entre 2015 e 2024, a estimativa de saldo de emprego para as 17 profissões relacionadas ao curso** é positiva e totaliza 39.372. Já para o ano de 2022, a previsão é a de que o curso tenha 3 egressos por vaga. São 134.334 egressos e o saldo positivo de 46.150 empregos até o momento.

Com relação ao salário, a média para as profissões selecionadas é de R$4.446,97, 26% abaixo do salário médio de todos os trabalhadores brasileiros com graduação (R$5.991,81). Esse salário médio representa um wage premium de 197% quando comparado com o salário médio dos trabalhadores com Ensino Médio (R$2.251,69).

O nível de escolaridade dos trabalhadores das profissões selecionadas é alto: 94% dos trabalhadores têm, no mínimo, graduação. Por fim, as profissões têm, na média, uma baixa probabilidade de automação (9%) nas próximas décadas.


De maneira geral, podemos ver que, quando analisado para o Brasil como um todo, o curso de Pedagogia oferece uma boa empregabilidade aos seus egressos. Os pontos positivos são o saldo de emprego positivo, o nível de escolaridade alto da força de trabalho, a baixa probabilidade de automação e o salário médio que, apesar de ser inferior ao dos profissionais com graduação, representa um wage premium de 197%.

Já como ponto negativo, podemos observar que o curso forma no país uma quantidade de profissionais grande quando comparada ao número de empregos criados para as profissões relacionadas. Isso faz com que a relação egresso/vaga seja de 3 e pode indicar que muitos egressos do curso precisem atuar em áreas que não sejam aquelas para as quais estudaram fazendo com que o salário médio caia caso sejam profissões menos valorizadas pelo mercado.


Todos os dados aqui apresentados foram extraídos da nossa plataforma LABORe IES onde podem ser vistos por município/Estado, por ano e por profissão específica. Saiba mais em: https://labore.tech/labore-ies


* Segundo o Censo da Educação Superior mais recente disponível.


** Lista completa de profissões selecionadas através de análise da DCN do curso e de busca pela Formação na CBO:

Designer educacional

Supervisor de ensino

Pedagogo

Orientador educacional

Coordenador pedagógico

Professor de técnicas e recursos audiovisuais

Professor de nível superior na educação infantil (zero a três anos)

Professor de nível superior na educação infantil (quatro a seis anos)

Professor de nível superior do ensino fundamental (primeira a quarta série)

Professor de matemática do ensino fundamental

Professor de língua portuguesa do ensino fundamental

Professor de história do ensino fundamental

Professor de geografia do ensino fundamental

Professor de educação física do ensino fundamental

Professor de educação artística do ensino fundamental

Professor da educação de jovens e adultos do ensino fundamental (primeira a quarta série) Professor de disciplinas pedagógicas no ensino médio


Não deixe de nos seguir nas redes sociais para ter acesso a mais conteúdos como esse. Ao longo do mês de agosto vamos publicar mais artigos sobre empregabilidade nas nossas redes todas as terças às 19h. E toda quarta, também às 19h, publicaremos uma análise da empregabilidade de cada um dos 5 cursos de graduação com mais inscrições. Na próxima análise de empregabilidade: Administração

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo