O que é Empregabilidade?


A empregabilidade é um conceito amplamente usado pelas Instituições de Ensino Superior e que tem diversas perspectivas. Neste primeiro de cinco artigos do mês da empregabilidade, vamos falar um pouco sobre essas diferentes visões e sobre a importância de colocarmos a ideia de empregabilidade num local de destaque nas decisões tomadas no Ensino Superior brasileiro.

Sabemos que o Ensino Superior tem grande capacidade de ampliar as possibilidades de carreiras dos indivíduos. Quem tem Ensino Superior completo ganha, em média, 2,7x mais do que os trabalhadores com Ensino Médio Completo (veja mais em nossa análise sobre o assunto aqui). A vantagem salarial (também conhecida como wage premium) é maior no Brasil do que em outros 37 países avaliados pela OCDE (estudo completo aqui). Porém, para chegar ao emprego dos sonhos e conseguir um bom salário é preciso que os futuros profissionais trilhem o caminho da empregabilidade que passa por escolher uma boa IES e um curso adequado.

Infelizmente, muitos jovens brasileiros não tem conseguido dar esse salto salarial. Estudos mostram que 40% dos jovens com Ensino Superior completo no país estão em ocupações que não exigem esse nível de formação para serem realizadas, ou seja, são considerados "sobre-educados" (veja mais aqui). O desemprego entre os jovens é um outro desafio pelo qual o país passa e atinge 31% daqueles na faixa etária de 18 a 24 anos.

Ao mesmo tempo, ao olharmos as notícias em qualquer dia do ano vemos uma grande demanda por profissionais que não está sendo suprida em certas áreas como a Saúde e a Computação no país como um todo e certas demandas regionais por profissionais de setores específicos como da indústria metalúrgica ou moveleira.

É aqui que o conceito de empregabilidade pode nos ajudar a criar um mercado de trabalho mais forte e que facilite o caminho dos jovens do Ensino Superior para suas tão sonhadas carreiras de sucesso. A empregabilidade pode ser considerada a partir da perspectiva individual, significando a capacidade de um indivíduo em obter e manter um emprego. Outra forma de ver a empregabilidade é de maneira regional que pode ser mensurada através de indicadores como a taxa de emprego dos indivíduos de uma determinada região.

Na LABORe, trabalhamos com o conceito da empregabilidade do curso do pesquisador Herbert Santos, integrante da nossa equipe, que pode ser entendida como o potencial do curso de formar egressos capazes de obter um primeiro emprego qualificado, se manter neste emprego ou obter um novo emprego qualificado, se necessário.

Dessa forma, o acompanhamento da empregabilidade se torna fundamental para qualquer IES que esteja interessada em ajudar seus alunos e alunas a ter sucesso profissional. Partindo da ideia de empregabilidade do curso, é possível analisar todo o portfólio oferecido pela IES para entender a aderência de cada curso ao mercado de trabalho e guiar decisões acadêmicas de acordo com as profissões mais valorizadas.

Conta para a gente, o que é empregabilidade para a sua IES? Não deixe de nos seguir nas redes sociais para ter acesso a mais conteúdos como esse. Ao longo do mês de agosto vamos publicar mais artigos sobre empregabilidade nas nossas redes todas as terças às 19h. E toda quarta, também às 19h, publicaremos uma análise da empregabilidade de cada um dos 5 cursos de graduação com mais inscrições. No próximo artigo: como mensurar a empregabilidade do curso?


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo